quinta-feira, 16 de maio de 2013

VI Encontro Nacional da Rede Mocambos acontece de 27 de maio à 03 de junho na Casa de Cultura Tainã.

Entre os dias 27 de maio e 03 de junho de 2013, a Casa de Cultura Tainã (Campinas SP) sediará o IV Encontro Nacional da Rede Mocambos, reunindo griôs da cultura negra, quilombolas, colaboradores diversos e integrantes dos Núcleos de Formação Continuada da Rede. Já estão confirmadas participações de 8 estados: São Paulo, Bahia, Pará, Amapá, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Maranhão.

O evento dará início aos encontros do Projeto Núcleos de Formação e Comunicação Quilombola, realizando a partir disso, um conjunto de oficinas e debates para efetivação de ações através de uma rede de produção, que irá organizar e difundir conteúdos históricos, artísticos, culturais, técnicos e linguísticos, produzidos por comunidades tradicionais por meio da comunicação comunitária.

A Rede Mocambos, ao acumular uma trajetória de quase uma década de articulação negra e
quilombola, traz em suas experiências para o contexto atual de seus encontros, no campo da cultura negra e de pesquisa e desenvolvimento em cultura digital, a possibilidade de estruturação de acervos digitais a partir de servidores de baixo custo. Esses servidores deverão permitir a criação, organização e difusão de conteúdos de saberes ancestrais em comunidades com ou sem acesso à Internet, através de textos, das artes e do áudio visual.

Essa é uma das tentativas de intervir no cenário preocupante de desmantelamento dos saberes afro comunitários, como reflexo de um contexto que associa uma história de invisibilização e opressão pautada no "supremacismo branco" com as eficazes articulações entre capitalismo, racismo e dominação dos meios de comunicação pelas elites.

Esse projeto que permeia o IV Encontro Nacional é um contraponto, consequência de anos de acúmulo, pesquisa e articulação, gira em torno de questões centrais que entendem a apropriação da comunicação numa perspectiva ancestral, não apenas como a ruptura do indivíduo em ser mero receptor de informação, mas também como uma estratégia de poder com capacidade de redefinir e ampliar uma filosofia do ser e suas infinitas possibilidades de intervenção na realidade.

A Casa do Boneco estará novamente presente nesse encontro, que significa uma das suas mais importantes agendas políticas desde 2008, quando a entidade ingressou na Rede. Say Adinkra, articuladora da Mocambos na Bahia, Dani Negra Jeje, educadora e multiplicadora em cultura digital, André Carlos, Diretor da Associação do Quilombo Lagoa Santa em Ituberá, Cauê Rocha, cineasta e integrante da Teia de Agroecologia da Bahia e Sérgio Melo, integrante do Coletivo Nordeste Livre, colaborador da Casa do Boneco e da Mocambos, formarão as representações da Bahia juntamente com os guris Uil Xapanã de 4 anos e Mateus Melo de 3 anos. Com os elementos de Ogum e Exu, vamos para mais uma dinâmica quilombela!


Casa de Cultura Tainã
Rua Inhambu, 645 – Praça dos Trabalhadores - Vila Castelo Branco
13.061.300 Campinas - SP




Nenhum comentário: